Em nome de mim - Episódio I

Olá, eu sou Deus, e seja bem vindo ao meu novo podcast, Em Nome de Mim.

Disseram que eu estava distante do público, meio ausente, então resolvi começar esse programa, pra entrar em contato com você, fiel, e explicar os fatos da semana.

Antes de começar, não esqueça de deixar seu like e seguir nosso programa no Spotify ou no seu agregador de podcast preferido. E segue mesmo porque Deus tá vendo.

A primeira questão, como não poderia deixar de ser, é a Pandemia. Toda hora me perguntam “para que isso, meu Deus” e, enfim...cagada minha. My bad. Como posso explicar?


Vocês já jogaram Sim City? Ou The Sims? Serve também. Sabe quando vocês tão jogando, são 4:30 da manhã, você tá há 12 horas em frente ao PC, e tudo está dando tão certo no jogo que fica chato, e você resolve, só de sacanagem, começar um incendiozinho para animar? Foi mais ou menos isso. Em Janeiro eu fiz um chinês espirrar em Wuhan, e deu essa tragédia toda. Errei, meu povo. Errei. Perdoai. Não sou infalível. Não sou o Klopp. Mas, em minha defesa, fazia tempo que eu não dava uma dessas. Há uns quarenta anos atrás, eu botei uma imagem de Nossa Senhora na infiltração de um banheiro no Kosovo, e causei uma guerra. Acontece. Mas vou dar um jeito nisso. Carnaval 2021, se preparem. 40 graus todo dia. Palavra minha.

Já que falei do Carnaval, vamos para a outra questão que eu separei para hoje, e que toda hora aparece na minha caixa de mensagens, que é a situação do Rio de Janeiro. Outro dia tive que ouvir "como você deixou a situação chegar a esse ponto".


Bom, para começar, eu sou omnipresente, mas sou só um. Você acham que o Rio de Janeiro tá ruim, mas vocês não viram Alepo, na Síria. Quando eu deixei o Rio de lado, era uma puta cidade, linda pra cacete, cheia de turista, gente bonita e feliz. Aí eu passo 5 minutos dando atenção pros outros, e olha a cagada. E a merda é que, agora, zona de guerra por zona de guerra, o Rio tá lá no fim da fila. Os cariocas terão que segurar as pontas. Mas vocês podiam não reeleger o Crivella, que já ajuda muito.

Dito isso, vamos para as perguntas dos nossos ouvintes. Porque eu quero ouvir você, e estou aqui para responder todas as suas dúvidas.


Nossa primeira pergunta é do Cláudio1973: "Deus, é verdade que se ouvir o disco da Xuxa ao contrário a gente ouve uma canção do diabo?"


Não sei. Mas o mais grave aí é que, se você ouvir o disco do jeito certo, você escuta uma música da Xuxa.


A próxima vem de AnônimaBrasiliense. Ela diz "Meu Pai, sem eu saber, depositaram 89 mil reais na minha conta. É milagre?"


Não, minha filha. É crime.

Diogosilvasilva: "Meu pai, Ivete ou Claudia Leite?"


Vevete, sempre.

Ermelindapatriota17 escreveu: "Deus Todo Poderoso, o Douglas, vizinho do 507, tá de siricutico com outro rapaz. O moço está inclusive dormindo no apartamento, provavelmente praticando o pecado da sodomia. Já reclamei com o sindico e pedi uma reunião de condomínio, mas acabei chamada de homofóbica! Logo eu, que sempre amei Legião Urbana. O senhor pode tomar uma providência?”


Vamos lá. Dona Ermelinda, segue meu raciocínio: não sei quantos milhões de mortos por coronavirus, a floresta pegando fogo, você acha que eu vou perder meu tempo fiscalizando se Douglas tá dando a bunda ou não? Quero mais que Douglas seja feliz; é um a menos pra me pedir coisa. Porque você sabe, né Dona Ermelinda, gente que transa não atazana os outros. Fica a dica. Nunca é tarde.

E a última de hoje, Gustavo1206: “Na Pandemia, para aplacar a solidão, o vazio e a falta de sentido, comecei a beber e não parei mais. Uma garrafa de vinho todo a noite. O que Deus pensa disso?”


Aprovo. Inclusive, está na bíblia. Vou citar aqui para vocês. Está nos Provérbios 31. Aqui é página 652, mas a minha é a edição do professor. Provérbios 31, lá vai:

Dê bebida fermentada aos que estão prestes a morrer, vinho aos que estão angustiados/para que bebam e se esqueçam da sua pobreza e não mais se lembrem da sua infelicidade. Mais claro que isso impossível. Pode cair matando nesse cabernet.

Bom gente, foi isso. Espero que vocês tenham gostado do nosso primeiro episódio. Queria agradecer ao Anjo Gabriel, nosso xovem, como a moçada diz, que arrumou toda a parte tecnológica aqui. Não esqueça de deixar o seu like, fiquem Comigo e até semana que vem. Abraço a todxs!

Posts recentes

Ver tudo

Em nome de mim - Episódio III

Olá, eu sou Deus, e seja bem vindo ao meu podcast, Em Nome de Mim. Hoje o tema é futebol. Neste programa, eu vou responder a pergunta que todo mundo sempre faz: o quanto eu interfiro no futebol? Bom,

Em nome de mim - Episódio II

Olá, eu sou Deus, e bem vindo ao meu podcast, Em Nome de Mim. Hoje, nosso tema é família. Não se esqueça de dar seu like, e seguir nosso programa no Spotfy ou em seu agregador de podcasts favorito. Nã

Elogios, críticas, sugestões...envie sua mensagem.

© 2023 by Train of Thoughts. Proudly created with Wix.com