Literatura com Covid: Quatro casais dos livros em tempos de quarentena

Romeu e Julieta 

(Romeu e Julieta - Shakespeare)


Jovens e apaixonados, o casal entrou em êxtase quando se viu isolado na quarentena italiana, a mais dura de todas. Finalmente longe das famílias, o primeiro mês foi pura emoção, e a dupla de adolescentes bonitos ganhou destaque fazendo Tik Tok. Mas aí o tempo passou. Mimado, Romeu não ajuda nas tarefas domésticas, e Julieta se cansa de vê-lo o dia inteiro sentado no sofá jogando Fifa sem tomar banho. Eventualmente, ela baixa o Bumble, mas diz que é só para ganhar seguidores no Instagram. De repente, os dois estão de saco cheio um do outro, e decidem voltar para a casa dos pais, e suas famílias finalmente percebem que o jeito de separar dois adolescentes não é proibindo-os de se ver, mas obrigando-os a ficar juntos.  



Bentinho e Capitu 

(Dom Casmurro - Machado de Assis)


Neurótico, Bentinho é um que mergulhou de cabeça na quarentena. Fechado em casa com a esposa vinte e quatro horas por dia, dispensou os empregados, proibiu a entrada de qualquer pessoa na casa, desinfeta as caixas do mercado e lava as verduras com vinagre. Decidiu aproveitar o isolamento para escrever a História dos Subúrbios. Assim se passaram quatro meses, sem nenhum contato externo. Mesmo assim, inexplicavelmente, Bentinho contrai Coronavirus. Ele desconfia de Capitu.


Nick e Amy 

(Garota Exemplar - Gillian Flynn)


Quando desce para pegar o jantar na portaria, Amy paga R$ 50,00 para o motoboy espirrar no lanche do marido. Nick, por sua vez, esfrega a escova de dentes dela nos botões do elevador. Mas eles são um casal perfeito, e todos os dias postam fotos e stories curtindo a quarentena. Transam toda a noite, porque ambos tem receio de dormir enquanto o outro está acordado; quando um dos dois vacila, ele fuça no diário dela, e ela vê as mensagens no celular dele. Na nostalgia e falta de assunto do começo da pandemia, Amy começou a participar de lives para falar da Amy Exemplar. Nick também participou, contando, bem-humorado, como é ser casado com uma personagem de sucesso. Só de sacanagem, Amy as vezes se esconde por várias horas, deixando o marido em pânico com o deja-vú; como vingança, ele troca os Naldecons da esposa por Cloroquina.


Benjamin e Elaine 

(A Primeira Noite de um Homem - Charles Webb)


Após fugirem da Igreja e viverem aquela cena linda no fundo do ônibus, Benjamin e Elaine estavam determinados a provar que fizeram a escolha certa. Presos em casa, optam por uma quarentena hiperativa: fizeram ioga juntos, cozinharam, cursos on-line, filmes toda a noite, ginástica, artesanato, personalizaram seus All-Star com canetinha, tudo e qualquer cosia para não se verem obrigados a ficarem juntos e em silêncio. Após dois meses presos, no entanto, Benjamin se encheu o saco. Ousado que só ele, um dia, sentados no sofá, ele pergunta para mulher se ela não quer trazer a mãe para passar uns dias na casa.


P.S. Se você lembrou de mais algum casal da literatura, aceito sugestões.

Elogios, críticas, sugestões...envie sua mensagem.

© 2023 by Train of Thoughts. Proudly created with Wix.com